Também Tenho Blog

Mergulhei pela primeira vez – Rio Kelm no MS

Sou fã do silêncio. Adoro escrever em silêncio, escutar o mar em silêncio, caminhar sozinha em silêncio e sempre tive vontade de mergulhar pra poder curtir o silêncio que o fundo do mar/rio poderia me proporcionar. Quando vi que em Bonito teria a oportunidade de mergulhar com cilindro comprei o passeio sem arrependimentos, a princípio eu iria mergulhar na Lagoa Misteriosa, em Bonito que abre sempre a partir de Abril e fecha em Outubro devido a proliferação das algas que acontece durante esse período e que deixam as águas bem turvas, uma vez que o atrativo da lagoa é justamente a transparência das águas e sua profundidade até então desconhecida. Mesmo indo em Abril, a lagoa ainda estava fechada e foi por esse motivo que meu mergulho foi transferido para o Rio Kelm, uma boa pedida pra mim, que mergulhei pela primeira vez.

Cheguei bem animada achando que seria super tranquilo e fácil. Antes de começar eles mandam a gente assistir um videozinho demonstrativo de sinais pra usar embaixo d’agua se quiser falar algo, como tirar água da máscara etc mas eu já comecei levando uma surra da roupa de mergulho, aquele troço tem que ser bem justo pra conservar a temperatura do corpo uma vez que as àguas lá chegam a ser um pouco frias… mas graças as minhas práticas de “subir uma calça 38 quando eu já estou vestindo 40” eu consegui fazer que ela coubesse e mim. Tudo certo, fui pra beira do Rio.

Igor foi meu instrutor, por um milagre de Deus só tava eu e ele lá. Geralmente são grupos de 5 ou 6 pessoas e Igor auxília todos mas eu dei tanto trabalho, mas tanto trabalho que se tivessemos em grupo todos já teriam me expulsado da roda 🙁 O que aconteceu é que eu não conseguia respirar direito… talvez eu ficava com tanto medo de faltar ar lá embaixo que eu estava respirando forte e rápido demais, sem necessidade, e meu pulmão ficava cansado. Fiz diversos exercícios de respiração ainda com a cabeça metade pra fora, metade pra dentro… sem sucesso haha Igor, coitado, teve a paciência de Jó. Me esperou demais e eu já com vergonha decidi mergulhar de vez, mas 5 minutos depois pedi pra subir. Quando olhei ao redor e vi aquele troço sem fim embaixo de mim, surtei e fiquei respirando muito rápido e com medo de desesperar de vez, eu subi… aisenhor. Pensei que não iria conseguir.

o instrutor me puxando pela mão hahahahaha

Aos poucos eu fui descendo e pedia pra ele pelo amor de Deus não ir muito fundo, eu estava apavorada e a consequência disso foi que eu mal aproveitei o passeio. As águas do Rio Kelm estavam amarrozadas e eu não sei se foi porque eu tava com muito medo ou se era porque o Rio não era lá essas coisas mas eu mal vi peixes… mal vi nada, só queria saber de me segurar nos pedaço de pau que tinha lá haha a correnteza era um pouco forte, isso me cansava e a gente voltava pro problema da respiração… era uma guerra mental de: calmaaaa, tem ar, não precisa desesperar, calma… que durou 80% do passeio.

agora já toda independentezinha <3

Quando eu ganhei confiança a gente já estava voltando 🙁 Mas eu fiquei o tempo todo atracada com Igor, se ele soltasse a minha mão eu ficava: AI MEU DEUS CADÊ VOCÊ!!! foi uma experiência bizarra, digamos. Algo que eu queria muito fazer foi meio traumático e aquele silêncio que eu gostaria de ter ouvido cansou muito a minha mente entre inspirar e expirar.

No fim de tudo consegui mergulhar 8m (iniciante) nem me dei conta o quanto eu tava fundo, ainda bem… consegui curti uma pequena parte do passeio e valeu pra “quebrar o gelo” não sei se eu vou repetir a experiência de novo, talvez se as águas do rio não estivessem tão amarronzadas eu teria visto além, me encantado com o azul e esquecido todo esse stress…

foto depois, toda orgulhosa

Mas a superação foi a melhor parte, quando acabou eu fiquei me sentindo a poderosa! haha ter esse controle sobre o medo foi um exercício interessante… é importante a gente saber se controlar em situações de stress extremo com risco de morte, não que esse foi o caso mas a sensação era. Saber controlar-se assim provavelmente aumenta as chances de vida em 80%, o que me lembrou essa tirinha aqui. 😀

Vamos aos preços!

Para mergulhar no Rio Kelm, duração normal de 30 minutos – R$247,00 com todo o equipamento e instrutor inclusos (sendo o número de instrutores proporcionais ao grupo) no meu caso, 1 pra 1 😛

Para mergulhar na Lagoa Misteriosa, duração de 1:30h – R$365,00 com todo o equipamento e instrutor incluso (sendo o número de instrutores proporcionais ao grupo)

Caso seu mergulho seja cancelado ou modificado pra outro passeio, exija o reembolso in loco… eu levei foi um calote da agência Oce no Mato, nunca vi a cor da diferença dos passeios.

Quem aí já mergulhou ou tem vontade? 🙂

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

3 Comments

  • Dicas práticas para visitar Bonito - MS - Também Tenho Blog 4 de maio de 2017 at 19:51

    […] 06/04/17 – Transporte Campo Grande – Bonito em van compartilhada 07/04/17 – Lagoa Misteriosa – Mergulho com Cilindro (não aconteceu, mergulhei no Rio Kelm porque a lagoa… 07/04/17 – Rio da Prata – Flutuação 08/04/17 – Gruta do Lago Azul 08/04/17 […]

    Reply
  • Julia Salce 19 de maio de 2017 at 10:28

    Ai tadica, senti a sua sensação aqui!
    A diferença entre nós é que você fez o “mini curso” lá, no dia mesmo, e ai desespera mais! Eu desesperei no curso que fiz no fds, em SP, 15 dias antes do mergulho de verdade! Então deu tempo de me preparar melhor pro “grande dia”.
    Beijãooo! E bora mergulhar de novo!

    Reply
  • osvoosdaxoana 19 de maio de 2017 at 10:28

    Ai tadica, senti a sua sensação aqui!
    A diferença entre nós é que você fez o “mini curso” lá, no dia mesmo, e ai desespera mais! Eu desesperei no curso que fiz no fds, em SP, 15 dias antes do mergulho de verdade! Então deu tempo de me preparar melhor pro “grande dia”.
    Beijãooo! E bora mergulhar de novo!

    Reply

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: