Também Tenho Blog

Jericoacoara – Passeio Lagoa do Paraíso

Um minuto de silêncio pra o que foi essa experiência que a gente teve. Jericoacoara começou no nosso último dia com muita, mas muita chuva! A gente acordou numa preguiça enorme mas com uma dorzinha de tristeza no coração de que não seria possível fazer um dos passeios mais bonitos da vila, o da Lagoa do Paraíso. Os planos eram: ir de quadricículo até lá mas com a chuva seria quase impossível. PORÉÉÉÉM foi só esperar um pouco que a chuva deu uma trégua, não tivemos aquele sol maravilhoso mas tudo bem, minha pele já tava pedindo arrego mesmo 🙂 Por sorte achamos o melhor guia de quadricículo de Jeri, o Gustavo que nos levou à Lagoa do Paraíso.

o capacete dele é em homenagem ao Luciano haha

A gente começou tendo uma pequena aula de como pilotar o troço, Luciano ficou encarregado do serviço e no começo era cada arrancada que eu quase virava pra trás, mas ok.. sobrevivi e nosso passeio começou passando pela árvore da preguiça, ponto bem turístico no caminho pra praia do Preá. Nesse caminho foi muito triste ver algumas tartarugas marinhas mortas 🙁 A preservação ambiental de Jeri é controlada pelo Ibama e Detran (sim, porque nem todo mundo pode andar nas dunas e sempre tem aquele que inventa de aparecer lá com um fusca 1970) mas mesmo assim… lixo né gente? Também tem gente que sobe na árvore de preguiça mesmo sendo proibido pra tirar aquele selfie e muitos likes. Isso me lembra aquela turista que pegou um tubarão em Noronha pra tirar um selfie… tem que lembrar que a gente é o intruso ali e saber que preservar é ter certeza que teremos um paraíso por muito mais tempo.. enfim né VOLTANDO.

De lá a gente seguiu pra lagoa do Paraíso. Pilotar um quadriciculo é muito legal e essa parte do passeio é sensacional. No caminho passamos pela lagoa azul que estava vazia 🙁 seca seca mesmo… uma tristeza porque existiam famílias que se sustentavam com o turismo daquela região que agora não tem mais nada. Mas como eu disse, o período de chuvas começou e vai até Maio, quem sabe até lá a lagoa encha de novo 🙂 Logo do lado fica a tão falada Lagoa do Paraíso e seu mais famoso bar o: Alchymist Beach Club no qual passamos direto haha o Gustavo levou a gente num lugar muito mais legal, a Casa B&B que fica nas margens da lagoa do Paraíso, ou seja, um paraíso <3 Gente, se trata da casa do Delfim, um senhor que cansou da vida louca da cidade grande e decidiu morar em Jeri, praticidade né colegas? A casa contém poucos quartos e uma OCA! <3 No terreno da casa ele construiu uma OCA como opção de quartos pra os hóspedes, sensacional. O silêncio daquele lugar incrível, longe de toda a muvuca do Alchymist e a lagoa só pra gente.

O Delfim também é um chefe espetacular e foi lá na Casa B&B que tivemos a mais incrível experiência gastronômica de nossas vidas. Funciona assim, no dia do passeio ele passa o cardápio pro Gustavo (porque muda todos os dias), ele mesmo prepara um menu e custa R$96 por pessoa. Eu também me assustei com o preço mas depois paguei feliz, vale a pena… não só pela comida em si mas por todo o ambiente que te rodeia, a exclusividade também conta no preço. Eramos apenas 4 sentados a mesa e ele chegava com o menu pra explicar prato por prato, chiquérrimo. Eu, amundiçada que sou, pensei que iria ficar com fome em comer só aqueles pratinhos gourmets mas  me enganei, fique foi num banzo pós almoço que eu só queria ficar na redinha até o fim do dia.

Cardápio do dia: Fiori de Zucchini, Sashimi de lagosta, Carpaccio de polpa de côco, pesto italo-nipo-cearense, manteiga de bottarga, tartar de atum na tapioquinha, camarão no espeto de cana-de-açucar, raia na manteiga negra e creme de côco, tapioca e banana.

 

A gente tira o dia pra fazer vários nadas e como isso é delicioso quando a vida ta muito louca! Depois do almoço voltei pra lagoa, sozinha e fiquei lá sentadinha na rede olhando pro céu e lembrando como esse 2017 começou com tantas coisas boas, uma leveza que nem parece que eu tinha decidido morar em São Paulo esse ano haha Mas sabe quando o pulmão se enche e a gente lembra como é boa essa vida? foi isso que senti lá <3

Na volta, quadricículo neles, dessa vez com passeio pelas dunas… aquelas que a gente passa quando entra em Jeri, lembram? não tem o que dizer, só sentir. Que coisa mais linda meu Deus… 2017 vai ser o ano que quero explorar mais o Brasil, tanta coisa maravilhosa pra se ver aqui! Pena que temos que vender os rins pra poder ir conhece-lo, mas, Deus nos deu 2  não é mesmo colegas? #partiuBrasil

Sim, Jeri entrou pra lista de 7 maravilhas do meu blog! Se eu fosse vocês eu jogaria no google assim: “quando é o próximo feriado porque eu quero ir pra Jeri” mas como eu não sou vocês, fico por aqui e digo: DA ENTER NO GOOGLE! 😀

ps. quem quiser contactar o Gustavo – 088 98150-1407 🙂

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

1 Comment

  • Tiago Santos 18 de fevereiro de 2017 at 23:07

    meu próximo destino

    Reply

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: