Também Tenho Blog

Fotografia – passado e presente

Todo mundo tem um telefone abarrotado de foto, umas muito especiais, outras inúteis, outras proibidas e outras que a gente sabe é tudo isso junto: inúteis, especiais e proibidas haha As vezes no metro quando não tenho o que ler eu fico vendo fotos antigas… Cada uma delas tem todo um contexto único eàs vezes me faz sorrir ou chorar, né colegas?

Eu sempre fui muito fã de fotografia e as algumas eu sempre imprimo e colo na parede do meu quarto. Outras ficam no quadro em cima da minha cama. Todos os dias eu acordo e vejo aqueles sorrisos, inclusive o meu, e de alguma forma ajuda a começar meu dia. Algumas fotos servem pra eu nunca esquecer o propósito de tudo que eu ando fazendo ultimamente, outras eu tiro da parede e jogo no lixo PORQUE NÃO SOU OBRIGADA hahaha

tambem-tenho-blog-passado-e-presente

algumas fotos e alguns lembretes de gramática francesa 🙁

ENFIM! Essa parada de contextos em fotografia é uma conversa muito profunda e a gente que viaja muito acaba tendo uma bagagem muito grande de fotografias. Há alguns anos eu conheci o projeto Dear Photograph que posiciona antigas fotografias, anos depois, nos mesmos ambientes que foram tiradas. É um idéia muito simples, mas brilhante. Traz uma áurea nostalgica àquele pedaço de papel, muito mais do que apenas olhá-la…

fotografia-3

Dear Photograph, I was astounded, but I hadn’t had time to consider what I was seeing. Mark Yokoyama

 

fotografia-2

Dear Photograph, My dad with his new car and our lives on top of it. -Your Other Daughter

 

fotografia-1

Dear Photograph, It seems like yesterday that my daughter Taylor was graduating from high school and this picture was taken. Today, 4 years later, Taylor continues to be on the right track and graduating from Northern Arizona University. -Mom

 

fotografia-4

Dear Photograph, It’s been 27 years since this photo was taken on our wedding day in the gazebo on Pop-Pop’s impeccably groomed grounds. As you can see, the lawn, the flowers and the bushes have missed your tender loving care. But not nearly as much as your family does. Love, Jody

Eu também fiz uma anos atrás e mandei pra eles, com a seguinte frase: Dear Photograph, no matter how messy life gets I wish we could be forever as we wanted to. Nós eramos amigos inseparáveis e nesse dia todos foram me receber na porta da minha casa depois do meu intercâmbio, quase chorei… Hoje em dia, só mantenho contato com 1 deles e os outros dois são meus amigos no facebook :/ Os  outros se perderam no tempo ( leia-se casaram e seus repectivos mandaram cortar relações) 🙁 mas frase que eu coloquei, ainda faz muito sentido.

dear-photo

E daí que nos sites de notícias franceses acabei achando outro projeto muito parecido e que pegou fotos de Paris, de séculos passados, e as posicionou nos ambientes atuais da cidade. O posicionamento perfeito do fotografo faz toda a diferença nos dois projetos e o que me chamou atenção nesse de paris, chamado Paris. Fenêtres sur l’Histoire (Paris, janelas sobre o tempo) é como cada prédio está incrivelmente preservado como no século passado, isso sim é uma aula de preservação do patrimônio cultural! ♥

fotografias-paris

Fico pensando se algum dia eu voltar nos lugares que eu já visitei, eu bem que poderia fazer uma foto assim né? Já pensou? daqui 10 anos eu volto em Paris e posiciono a minha foto, jovem, cheia de sonhos e em frente a torre haha talvez eu escreveria na legenda:

Dear Photograph, I spent too many days in front of this tower thanking God to take me there. I was trully happy. In that time I had no idea what life was up to… 

Eu aconselho vocês a fazerem esse tipo de exercício, imprimam uma foto significativa, posicionem no local que ela foi tirada e pensem uma legenda legal… o efeito além de bonito é extremamente poético ♥

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

4 Comments

  • Camis 23 de outubro de 2016 at 01:56

    Que lindo txt, Rebecca 🙂

    Reply
  • Gabriel Cristino 25 de outubro de 2016 at 11:10

    Muito bom Rebecca!

    Reply
  • Cleilton cirino 29 de outubro de 2016 at 08:15

    Essa minha amada filha!

    Reply
  • Zudi Dadalt 19 de novembro de 2016 at 06:46

    Adorei seu Blog Rebecca, e amei esse post. Adorei a ideia!

    Reply

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: