Também Tenho Blog

O que é Jericoacoara? O manual prático do paraíso

Sim gente, o que é aquilo? Tanto que me falaram desse lugar mas, morando fora do Brasil era quase impossível ir, quando eu decidi que era hora de voltar mandei um whatsapp pra um amigo e disse: vamo? vamo! Eu iria começar a temporada Brasil vim pra ficar em grande estilo 🙂  Peguei uma promoção Recife – Fortaleza e de lá montei todo o roteiro: 2 dias em Fortaleza + o resto em Jeri (total: 8 dias), PORÉM pensando bem, hoje, eu eliminaria Fortaleza do roteiro haha porque infelizmente ida e volta come praticamente 2 dias nesse cronograma o que no final faz uma diferença enorme levando em consideração que no final eu queria MORAR EM JERICOACOARA PRA SEMPRE. <3

Os dois dias em Fortaleza não foram nada demais, ficamos na praia mesmo e fomos pra praia do Cumbuco, do ladinho da cidade… e só. Mas o grande dia chegou na segunda-feira onde a gente teve que encarar 6h de busão pra chegar a civilização mais próxima de Jeri, Jijoca de Jericoacora.  A gente pensou que seria umas 6h intermináveis dentro do busão, mas olha… passou rapidinho. Compramos as passagens online (a empresa se chama Fretcar) e chegando na rodoviária trocamos ida/volta no guichê deles, facim. Também rola ir com carro fretado em agências e de helicoptéro haha a segunda opção eu bem que considerei, mas, sabe? Eu não quis ostentar tanto 😛 Não aconselho ir no carro particular porque o acesso é bem difícil e envolve areias, muitas areias e você pode ficar no meio do caminho ou pior, o mar levar seu carro.

eu e luciano no busão da vida

Enfim chegando em Jijoca, a gente ainda pega um carro 4×4 pra chegar em Jericoacoara (custa R$20) e é onde a mágica acontece. Pegamos esse carro no fim da tarde, isso mesmo no pôr-do-sol, sentei na parte traseira da camionete e já de cara me apaixonei pelo Parque Nacional de Jericoacora, que lugar minha gente! Vários paredões de areia clarinha, um pôr-do-sol incrível, muito vento na cara e uma expectativa gigantesca de que lá seria ainda mais lindo.

Jericoacoara é muito pequenininha então só falar pro motorista o nome da sua pousada que ele te leva lá sem problemas. A gente ficou na pousada Calanda, simples, com piscina (que a gente nem usou) e pertinho da duna do pôr-do-sol, onde as pessoas sobem pra assistir o espetáculo e bater palmas, haha. É um programa indispensável pra quem vai pra Jeri, gratuito, acessível e energizante. Dica pras meninas: prendam o cabelo antes de subir, eu não fiz isso e fiquei parecendo o chewbacca 😀 O vento é tão forte que a gente sente o tempo todo areia batendo nas costas, então é bom ter uma canga pra se enrolar e proteger o celular pra não receber 3kg de areia.

Estilos de hospedagem é o que não falta em Jeri, de hostel à hotéis 4 estrelas. Aqui você pode escolher que tipo de hospedagem dá mais certo com seu orçamento: Hotéis em Jeri

No dia 1  fizemos vários nadas, sério… vários. Fomos pra praia, deitamos na areia e viramos um galeto assado, comemos, bebemos, andamos pela praia, tiramos fotos pras redes sociais… tudo lindo. Uma preguiça incrivelmente gostosa, principalmente porque meu 3g não pegava lá, então a gente se desliga mesmo do mundo.

No dia 2 a gente foi conhecer o lado oeste de Jeri, de buggy, que é onde fica a lagoa de Tatajuba. Lagoa enorme no meio das dunas, pezinho na água, fotinha na rede e tal e pá.

No dia 3 CHUVA TORRENCIAL pensei que seria um dia perdido na rede da pousada, mas a chuva deu uma trégua e a gente teve uma das melhores experiências gastronômicas da vida. A noite a chuva não deu descanso mas a gente teve uma das noites mais divertidas, chuva, pezinho na areia que virou lama e novos amigos 🙂

Outra coisa muito sensacional é que todo dia tem festa e todo dia você conhece uma pessoa diferente feat interessante pra conversar a noite inteira. Gringos everywhere mas eu já tava de saco cheio de gringo, queria mermo era brasileirada que só a gente sabe rir das nossas piadas, né não? Se você vai sozinho pra lá, não se preocupe você vai voltar cheio de novos amigos, a facilidade de conhecer gente na cidade é impressionante. Mas se você vai com alguém vá pra lá com gente que você pergunte: “vamo?” e ele(a) responde “vamo!” sempre. A cidade te oferece inúmeros passeios, roteiros e festas, e topar tudo está como requisito básico pra se apaixonar por essa cidadezinha 🙂

Jericoacoara não tem rua asfaltada, nenhuma, zero. Até os restaurantes são feitos pra você jantar/almoçar de pezinho na areia então nem pense em levar salto, uma havaianas NO MÁXIMO pra usar na areia quente porque a noite às vezes ela é completamente dispensável. Ah, lá também só tem 1 caixa eletrônico que te cobra uma taxa de saque mas todo lugar aceita cartão de débito e crédito, porém não é bom confiar só na tecnologia né? Passeios e traslados geralmente só aceitam dinheiro.

Sim, Jeri é cara… porque pensaí o trabalho que deve dar abastecer restaurantes/pousadas da cidade. Existem opções em conta por lá, mas é tipo lanche ou comprar coisas no supermercado…eu achava que tinha passado dessa fase adolescente e queria sentar e comer uma boa comida todas as noites mas te contar que no último dia meu bolso chorou, cada refeição tava saindo à R$50/ R$60 e a conta nos bares que a gente ia durante o dia também pesava, um deles chegou a dar R$120 pra cada :O e olha que eu fiquei só na aguinha de coco 🙁 Então tomem cuidado pra não se perderem no orçamento das comidas, importante.

Nunca faça o check-in do seu vôo antecipado haha acredite, você vai querer ficar uns dias a mais se isso for possível. Eu fiz o meu antecipado e no último dia chorei lágrimas de sangue porque não queria ir embora, resultado: eu não consegui desfazer meu check in e tive que ir embora 🙁 Tiritas pa este corazón partío não teve jeito, eu tive que ir embora SOZINHA PORQUE ALGÚEM ME DEIXOU SOZINHA NÉ LUCIANO? (essa sou eu com inveja dele que conseguiu remarcar a passagem)

Melhor época de ir pra Jeri: entrei Maio e Junho. Por que? baixa temporada meu kirido, tudo mais barato e melhor: já choveu o que tinha que chover e provavelmente você vai ver as lagoas cheias de novo. Eu pretendo voltar nessa época com certeza.

Também existe um roteiros que as agências chamam de Rota das emoções que começa/termina em Jeri, passando pelo Delta do Parnaíba e finaliza/começa nos lençois maranhenses. TA NA MINHA LISTA DE VIAGENS, SIM OU COM CERTEZA?

Pra gente que tem uma vida muito acelerada, conhecer Jeri é impossível não se apaixonar. Como uma cidade tão pequena, tão pacata consegue preencher a gente. A culpa de ficar de boas sem “produzir” nada, não existe… Foi o primeiro lugar que eu fui na vida e pensei seriamente em fica pra trabalhar num hotel e passar uma temporada tranquila, trabalhando de dia, farrando de noite hahaha ô vida. Eu tava levando a vida muito a sério e com certeza visitar Jeri me fez entender que eu não preciso dessa pressa toda pra ser feliz 🙂 <3

Pra finalizar esse primeiro post sobre nossa Jerizinha meu amigo Luciano (aquele que me abandonou) escreveu as 10 coisas que você precisa saber:

Quem aí já ta catando o próximo feriado pra dar um pulo por lá? 😀

Assine a nossa newsletter

Recebe aí as novidades no teu email e ajuda o blog a crescer

Não irei dar, trocar ou vender o seu endereço de e-mail, ta? É confidencial, prometo!

2 Comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: